Louvor e glória a Ti pertencem, ó Senhor meu Deus! És Aquele que sempre se veste de majestade, autoridade e poder e que continuará para sempre a adornar-Se de honra, fortaleza e glória. Todo o erudito se pasma ante os sinais e as evidências da obra das Tuas mãos, enquanto os sábios, sem exceção, se veem incapazes de desvendar o mistério Daqueles que são os Manifestantes da Tua grandeza e do Teu poder. Todo o homem de perceção tem confessado a sua incapacidade de escalar as alturas do Teu conhecimento; todo o homem letrado tem admitido o seu insucesso em penetrar a natureza da Tua Essência.

Havendo fechado o caminho que a Ti conduz, Tu, em virtude da Tua autoridade e através da potência da Tua vontade, chamaste à existência Aqueles que são os Manifestantes de Ti próprio com a missão de dar a Tua mensagem ao Teu povo, tornando-Lhes os Alvoreceres da Tua inspiração, os Expoentes da Tua Revelação, os Tesouros do Teu conhecimento e os Santuários da Tua Fé, para que, através d’Eles, todos os homens volvessem as suas faces para Ti e se aproximassem do reino da Tua Revelação e do céu da Tua graça.

Suplico-Te, pois, por Ti próprio e por Eles, que faças descer, da mão direita do trono da Tua graça, sobre todos os habitantes da terra, o que lhes tire a mácula das suas transgressões contra Ti e os faça devotarem-se inteiramente a Ti próprio, ó Tu, em cuja mão está a fonte de todas as dádivas, para que todos se levantem em serviço à Tua Causa e se desprendam completamente de tudo, salvo de Ti. És o Omnipotente, o Todo-Glorioso, o Predominante.

Ó meu Deus, meu Mestre, meu Mais Amado! Sou o Teu servo e o filho do Teu servo. Segurei-me à corda da Tua graça e à fímbria das vestes da Tua amorosa Providência. Imploro-Te, pelo Teu Nome Supremo, o qual apontaste como a Balança certa entre as nações e a Tua infalível Prova perante todos os homens, que não me abandones aos meus desejos corruptos. Preserva-me à sombra da Tua Suprema Infalibilidade e dá-me o poder de magnificar o Teu próprio Ser, na assembleia das Tuas criaturas. Não me excluas das fragrâncias Divinas dos Teus dias; não me prives dos suaves aromas emanados da Aurora da Tua Revelação. Concede-me o bem deste mundo e do vindouro, através do poder da Tua graça que a tudo envolveu, e da Tua misericórdia, a qual superou a criação inteira. Tu és Aquele que segura nas mãos o domínio de todas as coisas; fazes o que Te apraz, pelo Teu decreto, e escolhes o que desejas, pelo poder da Tua grandeza. Não há quem possa resistir à Tua vontade; nada pode esgotar a força impulsora do Teu mando. Nenhum outro Deus há senão Tu, o Omnipotente, o Todo-Glorioso, a Suprema Bondade.

Bahá’u’lláh

App icon
Bahá’í Prayers
Get the app
font
size
a
theme
Day
Night
font
Sans
Serif
contact us
App icon
Bahá’í Prayers
Get the app