Louvado sejas Tu, ó Senhor meu Deus! Imploro-Te, pelo Teu Nome, o qual jamais foi devidamente reconhecido, cuja significação nenhuma alma sondou, e suplico-Te, por Aquele que é o Manancial da Tua Revelação e o Alvorecer dos Teus sinais, que faças do meu coração um recetáculo do Teu amor e da Tua lembrança. Liga-o, pois, ao Teu mais grandioso Oceano para que assim por ele fluam as águas vivas da Tua sabedoria e as correntes cristalinas da Tua glorificação e do Teu louvor.

Os membros do meu corpo atestam a Tua Unidade; os fios do meu cabelo declaram o poder da Tua soberania e grandeza. Detive-me à porta da Tua graça, com humildade absoluta e abnegação completa; toquei a orla das vestes da Tua generosidade, e os meus olhos fitaram o horizonte das Tuas dádivas.

Destina-me, ó meu Deus, o que julgares estar em harmonia com a grandeza da Tua majestade e, pela Tua graça fortalecedora, ajuda-me a ensinar a Tua Causa de tal modo que os mortos se apressem a sair dos seus sepulcros e de Ti se aproximem, confiando inteiramente em Ti, com os seus olhos fitos no oriente da Tua Causa, na aurora da Tua Revelação.

Em verdade, és o Mais Poderoso, o Altíssimo, o Omnisciente, a Suma Sabedoria.

Bahá’u’lláh

App icon
Bahá’í Prayers
Get the app
font
size
a
theme
Day
Night
font
Sans
Serif
contact us
translations
App icon
Bahá’í Prayers
Get the app